Aneel estuda necessidade de racionar energia

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), José Mário Abdo, informou hoje que o Ministério de Minas e Energia e a agência vão estudar a necessidade ou não de medidas de racionamento de energia. Esse estudo, segundo Abdo será feito com base no relatório apresentado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), que mostra preocupação com nível dos reservatórios. "A preocupação existe", admite Adbo, referindo-se ao período de janeiro, fevereiro e início de março, quando o nível de chuva foi abaixo da média esperada.O diretor da Aneel disse que o governo e a agência não vão esperar até o final de abril para pensar em alternativas de abastecimento de energia. Segundo ele, as sugestões já foram apresentadas pela ONS e estão sendo avaliadas.O diretor da Aneel avaliou que o atual índice de desperdício de 15% nas empresas do setor é alto e que o ideal é que esse índice fique em torno de 6% a 7%. Em algumas empresas, segundo Abdo, esse desperdício chega a 30%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.