Anastasia sobe seis pontos e se aproxima de Costa em Minas, aponta Ibope

Vantagem do candidato do PMDB sobre tucano caiu de 18 para 11 pontos porcentuais

Eduardo Kattah / BELO HORIZONTE, O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2010 | 17h19

A diferença entre Hélio Costa (PMDB) e Antonio Anastasia (PSDB) na disputa pelo governo estadual caiu de 18 para 11 pontos porcentuais, conforme pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira, 23, pela TV Globo Minas. No primeiro levantamento após o início da propaganda eleitoral no rádio e na televisão, Costa continua liderando a disputa com 38% das intenções de voto, seguido por Anastasia, com 27%. Em relação à pesquisa anterior, divulgada no dia 30 de julho, o peemedebista oscilou negativamente um ponto porcentual - dentro da margem de erro, de 2% para mais ou para menos - enquanto o tucano subiu seis pontos.

 

linkPrograma de Costa com apoio de Dilma é vetado em MG

 

Com 1% cada, aparecem Vanessa Portugal (PSTU), Luiz Carlos Ferreira (PSOL) e José Fernando Aparecido (PV). Edilson José do Nascimento (PT do B), Fábio Bezerra (PCB) e Pedro Paulo (PCO) não atingiram 1% das intenções de voto.

 

Anastasia comemorou o resultado, afirmando que ele "já demonstra de fato uma arrancada muito positiva" de sua candidatura. "A diferença caiu bastante. Estamos muito animados e estamos sentindo isso nas viagens que fazemos pelo Estado afora", afirmou o governador durante visita a Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

 

Para Aécio o crescimento do candidato tucano já era previsto. O ex-governador voltou a afirmar que confia na vitória de Anastasia no primeiro turno. "Quanto mais conhecido o governador Anastasia se torna, maior a intenção de voto em relação a ele", comentou.

 

Senado

 

Na disputa pelo Senado, Aécio Neves (PSDB) e Itamar Franco (PPS) continuam liderando. O ex-presidente aparece com 43% das intenções de voto, quatro pontos porcentuais a mais do que o último levantamento, quando tinha 39%. O ex-governador recuou dentro da margem de erro, de 70% para 69%. Já o ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel (PT), subiu de 18% para 19%, também dentro da margem de erro.

 

Foram entrevistados 2.002 eleitores entre os dias 18 e 20 de agosto. Os votos brancos ou nulos somam 7% e os indecisos 25%. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o levantamento foi contratado pelo próprio Ibope e está registrado sob o número 62810/2010.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010pesquisaIbopegovernoMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.