Anastasia avalia visitas de Dilma a MG como rotina

O governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia (PSDB), avalia como rotina as viagens da presidente Dilma Rousseff ao Estado de seu provável adversário tucano nas eleições de 2014, o senador Aécio Neves (PSDB-MG). "Não há ofensiva, a presidente da República está no uso da sua função institucional de visitar os Estados", comentou Anastasia nesta quinta-feira, 24, ao chegar em evento organizado pela The Economist. Na quarta, Dilma também esteve em Minas para eventos oficiais.

BEATRIZ BULLA, Agência Estado

24 de outubro de 2013 | 16h45

Anastasia comentou que Aécio tem um grupo político "muito coeso, muito forte em Minas Gerais" e que houve uma antecipação da imprensa e de quadros políticos da campanha eleitoral para 2014. "Estamos ainda em fase de conversas, ainda não há questões eleitorais que envolvam a população nesse momento", disse Anastasia. "Por enquanto é tudo rotina", ressaltou.

O governador informou que ainda não há definição sobre os nomes tucanos para concorrer ao governo de Minas, mas acredita que "a chapa será forte". "Esse grupo político é o grupo político hegemônico em Minas Gerais há muitos anos. Claro que esse grupo político terá candidatos competitivos e fortes." Para Anastasia, os nomes serão definidos entre o final deste ano e o início de 2014. Ele ressaltou que o ex-ministro Pimenta da Veiga é "muito cotado" para assumir a cabeça da chapa.

O governador mineiro confirmou que o senador Aécio Neves participa das conversas sobre a definição de chapa e brincou que "a política mineira é a política que tem um ritmo próprio", afirmando que as definições se dariam com calma. Uma das possibilidade seria lançar Pimenta da Veiga ao governo, Anastasia ao Senado e consolidar um apoio com o PP.

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaBHAnastasia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.