Análise de Marta contraria democracia, critica Alckmin

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), classificou de "equivocada" a declaração feita ontem pela prefeita de São Paulo e candidata à reeleição, Marta Suplicy (PT), de que uma eventual vitória da oposição na Capital significará a instalação de uma crise política no País. "É totalmente equivocada esta análise, porque vai contra o princípio da democracia, que é respeitar a vontade do povo", reiterou Alckmin.O governador frisou também que, em uma eleição, quem manda não é "o partido A ou partido B". Segundo ele, é necessário ter humildade para aceitar o resultado das urnas, tanto na adversidade quanto na vitória. "Eleição não cria crise. Eleição resolve crise", complementou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.