Anac foi contra reserva de mercado à Varig, diz Zuanazzi

O ex-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) Milton Zuanazzi afirmou hoje, em depoimento à Comissão de Serviços de Infra-Estrutura de Serviços (CI) do Senado, que a posição do órgão foi contrária à reserva de mercado de slots (autorização para pousos e decolagens) da Varig para que a empresa fosse à leilão, conforme determinou o juiz Luiz Roberto Ayoub. A declaração foi dada por Zuanazzi na apresentação inicial. Após a explanação inicial, havia pelo menos sete senadores presentes à sessão.Ele reiterou que não recebeu pressão da Casa Civil, mas ressaltou que havia pressa, motivada pela situação financeira da Varig. "Não houve pressão, houve pressa", disse. Zuanazzi também afirmou que misturar o tema da sucessão de dívidas da Varig com a venda da VarigLog é "tergiversar, confundir".O ex-presidente da Anac destacou que os dois assuntos ocorreram em períodos completamente diferentes e não podem ser misturados. Zuanazzi afirmou que sempre foi favorável a salvar a Varig e disse que, se houvesse sucessão de dívidas da empresa, "nem débil mental recém-saído do hospital psiquiátrico compraria a Varig".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.