Ana Júlia paga indenizações no caso do massacre

No dia em que o massacre de Eldorado dos Carajás completou 12 anos, a governadora do Pará, Ana Júlia Carepa (PT), pagou quase R$ 1,5 milhão de indenização a sobreviventes e parentes de vítimas. Dezenove sem-terra foram mortos por policiais militares e 20 famílias foram contempladas com valores que variam de R$ 30 mil a R$ 91 mil. Elas terão ainda pensão mensal vitalícia de um salário mínimo e atendimento médico."A indenização não repõe o que as vítimas e seus parentes perderam, mas significa que o Estado, como detentor do uso legítimo da força, não compactua com atos de violência", disse o procurador-geral do Pará, Ibraim Rocha. Dos 152 PMs envolvidos no massacre, foram condenados só o coronel Mário Pantoja (228 anos de prisão) e o major José Maria Oliveira (158 anos). Eles aguardam julgamento dos recursos em liberdade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.