Andre Dusek/AE
Andre Dusek/AE

Ana de Hollanda deixa Cultura; Marta Suplicy assume

Ministra teve gestão conturbada desde que assumiu a pasta, no ano passado

Tânia Monteiro - O Estado de S. Paulo

11 de setembro de 2012 | 15h45

BRASÍLIA - A ministra da Cultura, Ana de Hollanda, está deixando o cargo, informam fontes do governo. Ela encerrou a reunião com a presidente Dilma Rousseff para tratar do assunto. O anúncio oficial sobre a saída de Ana de Hollanda do ministério será feito daqui a pouco pelo governo.

 

A senadora Marta Suplicy (PT-SP) já foi convidada para assumir a pasta da Cultura e deverá tomar posse na próxima quinta-feira (13).

 

Desde o início do governo Dilma no ministério, Ana de Hollanda enfrentou críticas contra sua gestão. Quando assumiu a pasta, em 2011, a cantora Ana de Hollanda alterou o andamento de projetos dos antecessores Gilberto Gil e Juca Ferreira, entre eles o projeto de reforma da lei de direitos autorais.

 

Em março deste ano, sua situação ficou mais delicada após denúncias de que o MinC advogou em favor do Escritório de Arrecadação e Distribuição de Direitos (Ecad) em um processo no qual a instituição autoral era acusada de cartelização e gestão fraudulenta. Na ocasião, se disse vítima de uma "campanha de má-fé" e criticou a cobertura da imprensa no caso.

 

Em seguida, artistas, intelectuais e militantes pediram publicamente sua saída da pasta em um manifesto eletrônico, em que apontavam o despreparo de Ana de Hollanda para ocupar o cargo.

Mais conteúdo sobre:
MinistériosCulturasaída

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.