Amorim comemora entrada da Venezuela no Mercosul

O ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, comemorou hoje a aprovação pelo Senado do protocolo de adesão da Venezuela ao Mercosul. A decisão, afirmou em nota, "reforça o empenho do Brasil em avançar na integração da América do Sul".

AE, Agencia Estado

16 de dezembro de 2009 | 16h12

A adesão do país ao bloco foi aprovada pelo Senado ontem por 35 votos a 27, encerrando três anos e meio de discussões, apesar das críticas da oposição. Para participar do Mercosul, a Venezuela ainda precisa da anuência do Parlamento do Paraguai. Argentina e Uruguai já aprovaram a adesão.

Somado a Venezuela, o Mercosul constituirá um bloco de cerca de 270 milhões de habitantes e Produto Interno Bruto (PIB) de US$ 2 trilhões.

De acordo com o comunicado, a Venezuela é o segundo maior comprador de mercadorias brasileiras na América do Sul, além de ser o sexto destino das exportações brasileiras para o mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
VenezuelaMercosulCelso AmorimSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.