Amapá detém 12 pessoas por suspeita de boca de urna

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) informou que até o começo da tarde de hoje 12 pessoas foram detidas pela polícia e encaminhadas ao Ministério Público Federal, suspeitas da prática do crime eleitoral de boca de urna. Segundo o Cartório Eleitoral da 10ª Zona, essas pessoas se passavam por funcionários de dois institutos de pesquisa e estavam abordando eleitores. Os suspeitos vão ser ouvidos nesta tarde, segundo nota do TRE-AP.

AE, Agência Estado

31 de outubro de 2010 | 16h50

Apesar disso, as eleições ocorrem sem problemas no Amapá. Até o começo da tarde, apenas três urnas eletrônicas tiveram de ser substituídas. As informações são da Agência Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2010boca do urna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.