Alvo da Lava Jato, BR Distribuidora faz troca em diretoria de operações

O 'Estado' apurou que a empresa deve passar por outras mudanças nas próximas semanas

Andreza Matais, O Estado de S. Paulo

01 de julho de 2015 | 19h47

Brasília - No foco da operação Lava Jato, a Petrobrás Distribuidora substituiu nesta quarta-feira, 1, o diretor de Operações e Logística, Vilson Reichemback da Silva. No lugar dele, foi nomeado Ivan de Sá. Em comunicado interno, a BR Distribuidora não informou a razão para Reichemback deixar o cargo.

O novo diretor é engenheiro mecânico e funcionário de carreira da Petrobrás, desde 1985. Ele ocupava o cargo de gerente geral de Comércio de Petróleo e Produtos Industriais desde fevereiro de 2013. O cargo é ligado à área de abastecimento da Petrobras.

O Estado apurou que a BR Distribuidora deve passar por outras mudanças nas próximas semanas. Reichemback teria sido indicado para o cargo na BR pelo senador Fernando Collor (PTB-AL). O senador é investigado na Operação Lava Jato por suspeita de receber propina em contrato fechado com a BR Distribuidora. O doleiro Alberto Youssef afirmou, em depoimento de delação premiada, que Collor recebeu R$ 3 milhões de propina de um negócio fechado na subsidiária da Petrobras.

Tudo o que sabemos sobre:
Operação Lava JatoBR Distribuidora

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.