Álvaro Lins tem bens seqüestrados

O deputado cassado do Rio Álvaro Lins (PMDB) teve seus bens seqüestrados pela 15ª Vara de Fazenda Pública do Estado. Ele está preso em Bangu 8, acusado de corrupção, lavagem de dinheiro, facilitação de contrabando e formação de quadrilha. A juíza Alessandra Cristina Tufvesson Peixoto aceitou pedido do Ministério Público que questiona a "vantagem patrimonial indevida em razão do exercício de cargo". Lins foi chefe da Polícia Civil do Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.