Álvaro Dias mantém posição sobre CPI

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) disse esta manhã que o fechamento de questão da Executiva Nacional do partido contra a CPI da Corrupção não modifica sua decisão de manter a assinatura no requerimento de instalação da CPI. Ontem à noite, a Executiva do PSDB decidiu que os parlamentares tucanos não podem apoiar a instalação da CPI e que caso os irmãos Álvaro e Osmar Dias não retirem as assinaturas do requerimento até terça-feira, eles serão expulsos do partido.Álvaro Dias sustenta que não há retroatividade no fechamento de questão e que a decisão da Executiva só valeria para fatos que ainda não ocorreram. Ele disse que vai aguardar uma iniciativa do partido, mas que não vai retirar a assinatura. Dias disse que consultou o estatuto do PSDB e que um processo disciplinar teria que passar necessariamente pelo Diretório Nacional, depois de ouvido o Conselho de Ética. Segundo o senador só depois de conhecer formalmente as providências que o partido irá tomar em relação a ele e seu irmão é que tomará as providências.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.