Alunos devem sair da UnB em 48 horas, diz reitor interino

No entanto, estudantes dizem que decisão de deixar reitoria dependerá de assembléia, marcada para esta 5ª

da Redação

16 de abril de 2008 | 16h12

O reitor temporário da Universidade de Brasília (UnB), Roberto Aguiar, conversou nesta quarta-feira, 16, com estudantes e disse esperar que, em 48 horas, eles desocupem o prédio. Eles só decidirão sobre a desocupação na assembléia marcada para quinta-feira.   Veja também: Entenda o caso do reitor da UnB Após licença, estudantes da UnB querem agora saída de vice  Estudantes da UnB rejeitam termo e mantêm ocupação MEC quer parecer da Finatec sobre recursos para UnB Justiça manda estudantes desocuparem Reitoria    Os alunos expuseram a Aguiar a pauta de reivindicações. Aguiar recebeu as sugestões e fez suas ponderações sobre cada tema. No fim da reunião, ele assinou um documento com 28 itens negociados e acordados com os estudantes (veja abaixo a pauta). "Quero vocês ao meu lado para debater todos esses assuntos. Precisamos formar comissões com alunos, servidores e professores", declarou Aguiar.   Indicado pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, na última terça, Aguiar substitui Timothy Mulholland, que formalizou na segunda-feira sua renúncia, após a ocupação da reitoria pelos estudantes - movimento que completa dez dias nesta terça.   A universidade apareceu como líder no ranking de instituições federais em gastos com cartões, e Mulholland teria usado recursos públicos de uma fundação, no total de R$ 470 mil, para mobiliar o apartamento funcional ocupado pelo reitor.

Tudo o que sabemos sobre:
UnB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.