Althoff nega pedido de prazo do PMDB para Jader

Encerrada a leitura do relatório da comissão de investigação do Conselho de Ética do Senado que pede abertura de processo contra o presidente licenciado da Casa, Jader Barbalho (PMDB-PA), o PMDB, por intermédio do senador Nabor Júnior (AC), pediu vista do relatório por um prazo de cinco dias, o que atrasaria bastante a votação do parecer. Entretanto, o presidente em exercício do Conselho, senador Geraldo Althoff (PFL-SC), concedeu vista por apenas 24 horas, marcando para amanhã, às 10 horas, nova reunião para votação do relatório. Esta decisão, entretanto, provocou polêmica e indignação entre os integrantes do PMDB, liderados pelo senador Renan Calheiros (AL).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.