Alta concentração de ozônio deixa em alerta 5 pontos de SP

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente declarou nesta segunda-feira estado de atenção nas regiões do Ibirapuera e de Santo Amaro pela alta concentração de ozônio. As estações da Mooca, Diadema e Mauá também tiveram o mesmo poluente acima dos padrões recomendáveis pela legislação ambiental, registrando qualidade inadequada.A Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) recomenda que se evite a prática de exercícios físicos durante o período das 13h às 16h, horário de maior insolação e formação do ozônio, formado a partir da queima e da evaporação de combustíveis na presença da luz solar.Na Grande São Paulo, o ar só esteve bom nas regiões de Santo André (Centro) e São Bernardo. As demais estações da Cetesb mostraram qualidade regular. O céu aberto, o tempo seco e o vento fraco mantêm as condições desfavoráveis à dispersão dos poluentes amanhã. Hoje, a mínima foi de 16,8 e a máxima de 32,1 graus, com 31% de umidade relativa do ar às 15 horas na estação do Instituto Nacional de Meteorologia, no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.