Alstom em SP é alvo de pichação contra suposto cartel

A fachada da Alstom foi pichada por manifestantes que fizeram, na manhã desta quarta-feira, 4, um protesto na Marginal Tietê, uma dos principais corredores viários da capital paulista. O protesto foi contra um suposto cartel de empresas para combinar preços em licitações do Metrô e na Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). A Alstom - ao lado da Siemens - é acusada de envolvimento no suposto esquema.

CARLA ARAÚJO, Agência Estado

04 de setembro de 2013 | 21h29

O protesto foi promovido pelo grupo Levante Popular da Juventude e pelo Movimento dos Atingidos por Barragens.

Durante o ato, manifestantes também protestaram contra o governador Geraldo Alckmin e contra seu partido, o PSDB, que comanda o Estado desde 1995.

De acordo com a Polícia Militar, o protesto reuniu cerca de 500 pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
protestoscartelSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.