Aloysio se prepara para negociar com o MST

O ex-ministro da Justiça Aloysio Nunes chegou a Guzolândia, na região de Araçatuba, para negociar com trabalhadores sem-terra que ameaçam invadir uma fazenda de propriedade dele, situada a 11 quilômetros da cidades. Aloysio disse que está disposto a ouvir as reivindicações dos sem-terra, que estão sendo liderados pelo MST. "Aquilo que eu puder fazer para ajudar a resolver o problema deles, eu farei", declarou. "Só não deixo invadirem a minha propriedade.? O ex-ministro foi para a prefeitura de Guzolândia, onde está esperando os líderes dos sem-terra para conversar. A Polícia Militar que estava bloqueando a estrada municipal que liga a cidade à fazenda de Aloysio está agora ocupando a sede da propriedade. São 10 viaturas e cerca de 30 policiais com coletas à prova de bala, armamento pesado e até cães. Os sem-terra, cerca de 100 homens, mulheres e crianças, ainda estão na rodovia Felicio Sales Cunha (SP-310) devendo chegar a Guzolândia depois das 15 horas. O grupo está marchando desde o início da manhã, e saiu da cidade de Pereira Barreto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.