Monica Zarattini/Estadão
Monica Zarattini/Estadão

Aloysio Nunes chama manifestantes de 'vagabundos'

Os petroleiros cercaram Aloysio logo após ele desembarcar na capital federal e começaram a gritar palavras de ordem como 'entreguista' e a usar buzinas para fazer barulho

ISADORA PERON, O Estado de S. Paulo

04 de agosto de 2015 | 15h29

Brasília - O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) chamou de "vagabundos" manifestantes ligados à Federação Única dos Petroleiros. O grupo fazia um protesto no aeroporto de Brasília nesta terça-feira, 4, contra a aprovação do projeto de lei que altera a participação da Petrobrás na exploração do pré-sal, de autoria do senador José Serra (PSDB-SP).

Os petroleiros cercaram Aloysio logo após ele desembarcar na capital federal e começaram a gritar palavras de ordem como "entreguista" e a usar buzinas para fazer barulho. No vídeo postado no Facebook pela Federação, não é possível ouvir o senador tucano chamando os manifestantes de "vagabundos", mas ele registrou o episódio em sua página na rede social. "O que faziam esses pretensos petroleiros que não estavam trabalhando? Ao que eu saiba, em Brasília não há grandes instalações da Petrobrás. O que eu disse foi o seguinte: ''Vão trabalhar, vagabundos!''", escreveu.

Aloysio acusou o grupo de ser ligado ao PT e chamou os manifestantes de "fascistoides", que agridem "aqueles que não concordam com seus pontos de vista".

O projeto de Serra acaba com a obrigatoriedade de a Petrobrás atuar com participação mínima de 30% nas operações dos campos do pré-sal. O assunto tem gerado polêmica, e a previsão é que fosse instalada nesta terça-feira uma comissão especial para analisar a proposta. Por falta de quórum, porém, o colegiado deve ser oficializado somente na quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.