Aliança entre PSDB e DEM está mantida, diz Guerra

Ainda prossegue a indefinição em torno do vice da chapa tucana que concorre à Presidência

Marcelo de Moraes / BRASÍLIA, Agência Estado

30 de junho de 2010 | 12h05

O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), disse, por volta do meio-dia, que a aliança do partido com o DEM está mantida. No entanto, ainda prossegue a indefinição em torno da vaga de vice na chapa encabeçada por José Serra (PSDB), candidato à Presidência da República. O comando do PSDB aguarda um contato de Serra para saber se haverá substituição do senador Alvaro Dias (PSDB-PR) na vaga de vice. Serra passou as últimas horas negociando com a cúpula do DEM e poderá substituir o senador por um nome do partido.

 

Veja também:

DEM suspende encontro e espera definição sobre vice de Serra

Ao lado de líderes tucanos, Álvaro Dias aguarda decisão

"A aliança entre os dois partidos está mantida. Reconheço que houve um equívoco no processo de condução da escolha do vice, mas foi um pequeno acidente de trabalho. Respeito o DEM e a aliança está mantida. A questão do vice será definida depois de conversarmos com o candidato José Serra", afirmou Guerra, que encerrou por volta do meio-dia a reunião com o comando do partido e segue agora para Pernambuco, onde participará do lançamento da candidatura de Jarbas Vasconcelos (PMDB) ao governo do Estado.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçãoPSDBDEMGuerraaliança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.