Aliança entre PFL e PSDB é natural, diz Agripino

O líder do PFL no Senado, José Agripino Maia(RN), disse que seu partido tem interesse em fazer aliança com o PSDB para disputar as eleições para presidente em outubro. "Definitivamente, é interesse do PFL fazer a aliança com o PSDB. A aliança com o PSDB é o status natural", afirmou o senador, em conversa com a Agência Estado.O senador é apontado como um dos favoritas para ser o vice na chapa tucana.Segundo o senador, existem duas pré condições para que seu partido faça aliança com o PSDB para disputar as eleições presidenciais em outubro. A primeira delas, informou, é a possibilidade de o prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia (PFL), desistir da candidatura à Presidência pelo PFL. Agripino informou que o presidente do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), deve ir ao Rio de Janeiro amanhã para uma conversa com César Maia sobre uma possível coligação do seu partido com o PSDB.A outra pré condição apontada por José Agripino é o desenho regional das alianças do partido. "A verticalização está no meio do processo, mas não é um impeditivo nem fator fundamental ", afirmou o senador ao comentar o julgamento marcado para o dia 23 em que o Supremo Tribunal Federal deverá decidir se será mantida ou não para as eleições deste ano a regra da verticalização das coligações partidárias.

Agencia Estado,

15 de março de 2006 | 19h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.