Aliança do PFL com PSDB está consolidada, diz ACM

O senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) afirmou nesta segunda-feira que a coligação do PFL com o PSDB à Presidência da República deve se concretizar oficialmente no "mínimo de tempo, porque ela já está, na realidade, solidificada". "É evidente que nós vamos com o PSDB e com Alckmin. Temos uma aliança com os mesmos propósitos, sobretudo agora, mais do que nunca, de moralizar a política brasileira", disse o senador, antes de participar do encerramento de um seminário sobre educação, promovido pelo partido, em São Paulo.De acordo com ACM, a posição do partido agora seria a mesma caso o candidato escolhido pelo PSDB fosse o prefeito de São Paulo, José Serra. "Uns ficam mais felizes com Alckmin, outros ficariam mais com Serra, mas todos ficariam na mesma posição: apoio ao PSDB". Para o senador, faltam apenas alguns ajustes de ordem regional para que a coligação seja posta em prática. "Como Alckmin é um homem extremamente generoso e, ao mesmo tempo, sabe fazer as coisas, ele vai trabalhar com Bornhausen para resolver todos os problemas que surgirem."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.