Aliados têm problemas de relacionamento, admite Mercadante

O líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), admitiu que ainda há problemas de relacionamento na base aliada. Segundo ele, na reunião de hoje no Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva mais uma vez disse que quer sanar estas dificuldades. Mercadante disse que uma das idéias apresentadas na reunião para reorganizar a base de sustentação do governo é a presença de ministros no Senado semanalmente para atender parlamentares. Segundo ele, ainda há reclamações sobre a resistência de alguns ministros em atender deputados e senadores, uma cobrança antiga. "O presidente acha que o governo tem que estar bastante atento à sua base", afirmou. O líder relatou ainda que, na reunião, Lula manifestou a disposição de dialogar com os políticos e concordou que a presença maior dos ministros no Congresso poderá agilizar a articulação dos aliados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.