Aliados ignoram Serra em programas eleitorais na TV

No primeiro dia do horário eleitoral gratuito dos candidatos a governador, o presidenciável do PSDB, José Serra, foi ignorado pela maioria dos aliados que dão sustentação a sua candidatura à Presidência. A candidata do PT, Dilma Rousseff, aparece logo depois do presidente Lula como a principal estrela nos filmetes. Levantamento feito nos programas na televisão que foram ao ar ontem, às 13 horas, em todos os Estados - exceto Rondônia - e no Distrito Federal, mostra que o tucano foi citado explicitamente, e uma única vez, por apenas um candidato: o paulista Geraldo Alckmin (PSDB).

AE, Agência Estado

19 de agosto de 2010 | 08h24

Principais aliados do tucano em Estados considerados estratégicos não fizeram uma única menção à sua candidatura. Foi o caso dos candidatos na Bahia, no Rio Grande do Sul e até em Minas Gerais, onde Serra apareceu apenas num clipe que ilustrava o jingle do candidato a governador, Antonio Anastasia (PSDB). Serra apareceu ainda num clipe de Marconi Perillo (PSDB), em Goiás, e teve seu nome mencionado por um locutor, no fim do programa do tucano Sílvio Mendes, no Piauí.

A maioria dos candidatos nos Estados, inclusive os que, em tese, dão palanque ao presidenciável, preferiu citar ou exibir o presidente Lula em seus programas - esse fenômeno já havia aparecido na eleição de 2006, mas na época Lula era candidato à reeleição. O presidente foi citado ou apareceu nos programas de candidatos em 23 Estados. No programa do candidato do PMDB em Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, que dá palanque a Serra, quem aparece na TV é Lula, inaugurando obras. No programa de Zeca do PT, no mesmo Estado, Lula foi citado 11 vezes, e Dilma, 5. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.