Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Aliados fecham acordo sobre aposentadoria integral

Os líderes aliados do governo fecharam acordo na base para mudanças na reforma da Previdência sobre os critérios para concessão da aposentadoria integral ao atuais servidores públicos. Isso ocorreu durante café da manhã encerrado na residência do presidente da Câmara, deputado João Paulo Cunha (PT-SP). Até ontem, prevalecia a idéia de que teriam direito à aposentadoria integral os servidores públicos que tivessem 60 anos (homens) e 55 anos (mulheres), respectivamente, e 35 e 30 anos de contribuição para a Previdência e pelo menos 20 anos na carreira pela qual estão se aposentando. Da reunião de hoje, a base aliada vai levar aos governadores a proposta com uma alteração no critério do tempo de carreira. O vice-líder do governo, Professor Luizinho, disse, ao sair, que poderá ser fechado um acordo com os governadores exigindo 25 anos no funcionalismo e dez anos na carreira ou função pela qual o servidor se aposenta. Ele admite que a base poderá aceitar até a exigência de 15 anos na carreira, por pressão dos governadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.