Aliados de Marina devem manter apoio ao PT no Acre

A saída da senadora Marina Silva do PT deverá causar poucos estragos no partido no Estado de origem da ex-ministra, o Acre. Como Marina firmou um acordo de apoio à candidatura do senador petista Tião Viana ao governo acreano no ano que vem, ela própria fez um apelo para que ninguém da linha de frente do partido no Acre a acompanhe na mudança para o PV. E isso deverá ser levado ao pé da letra.

AE, Agencia Estado

21 de agosto de 2009 | 10h04

?Aqui no Acre é diferente do restante do Brasil. Nós fazemos parte da Frente Popular que mudou o Estado e vamos continuar atuando para impedir que os grupos atrasados e oligárquicos que dominaram a política acreana por 30 anos voltem ao poder?, explica a presidente diretório estadual do PV, Shirley Torres. ?Temos um projeto de governo que envolve o desenvolvimento sustentável que não pode sofrer abalos. Vamos manter o apoio à candidatura de Tião Viana?, diz.

O ex-governador Jorge Viana, do PT, que governou o Acre por dois mandatos (1999 a 2006), acredita que tem a explicação para a preservação da aliança em torno dos petistas. ?Em todo o Brasil, o Acre é o único Estado em que o PT está no terceiro mandato seguido, com possibilidade de chegar ao quarto. Não interessa a ninguém mudar essa realidade.? As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2010Marina SilvaPVPTAC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.