Aliados de Itamar tentam reverter decisão do PMDB

Aliados do governador de Minas, Itamar Franco (PMDB), estão correndo contra o tempo para recolher as assinaturas necessárias à realização de uma convenção extraordinária do partido antes das prévias programadas para 20 de janeiro.A partir daí, Itamar poderia tentar reverter a decisão desta terça-feira, da executiva nacional do partido. Nesta quarta-feira, o vice-presidente do PMDB em Minas Gerais, Aluísio Vasconcelos, seriam necessárias 306 assinaturas para a convocação, e apenas em Minas Gerais há 71 pessoas habilitadas a votar."Em Minas, já temos a facilidade destas 71 pessoas, e acredito que conseguiremos as outras assinaturas", afirmou Vasconcelos.As demais adesões, conforme esclareceu, seriam buscadas junto às lideranças do partido em outros Estados, como Roberto Requião, Maguito Vilela, Orestes Quércia, Paes de Andrade e Sérgio Cabral Filho.Após a coleta das assinaturas, o documento tem ser encaminhado à sede nacional do PMDB, em Brasília, que fará a convocação. Em seguida, será definida a sede da convenção, que pode realizar-se 15 dias depois da conclusão desse processo.Com a realização do encontro, os aliados do governador querem rever as regras das prévias e reverter a decisão tomada pela executiva nacional do partido, que limitou a 4 mil o número de votantes.Apesar das informações dadas por Aluísio Vasconcelos, o governador mineiro preferiu o suspense e disse apenas: ?Eles (PMDB) moveram uma peça do xadrez. O próximo lance é meu".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.