Aliados de Dilma concentram-se no Hotel Naoum, no DF

Dezenas de aliados da candidata Dilma Rousseff (PT) estão reunidos no hotel Naoum Plaza, em Brasília, por volta das 19 horas, onde ela deve fazer um pronunciamento após o resultado da eleição ser divulgado pela Justiça Eleitoral. Todos os governadores eleitos da base foram convidados para o encontro. Já chegaram ao local os governadores eleitos do Rio Grande do Sul, Tarso Genro(PT); de Sergipe, Marcelo Déda (PT); e do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB).

CAROL PIRES, Agência Estado

31 de outubro de 2010 | 19h20

O ex-ministro da Justiça Tarso Genro, que esteve com Dilma na manhã de hoje, em Porto Alegre, disse que a petista está "otimista" com a vitória da eleição. "Nunca vi a Dilma tão tranquila, tão serena, extremamente confiante", disse. Na avaliação de Genro, Dilma conseguiu transmitir, ao longo da campanha, a mensagem de que ela representa a "continuidade" do governo do presidente Lula.

O ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, garantiu que a oposição terá espaço para diálogo num eventual governo de Dilma. Padilha disse que, a partir de amanhã, com a eleição encerrada, o "calor" da campanha irá "abaixar" e governo e oposição poderão ter um melhor diálogo.

O governador eleito do Espírito Santo, Renato Casagrande, também comentou sobre a relação entre governo e oposição num possível governo da petista. "Nenhuma oposição começa o governo radicalizando", disse, ao ressaltar a importância da palavra "unidade" no próximo governo. Também estão presentes no local o senador eleito Eunício Oliveira (PMDB/CE), os deputados Jovair Arantes (PTB/GO), Henrique Fontana (PT/RS), Manuela D''Ávila (PCdoB/RS), além dos ministros José Gomes Temporão, da Saúde, e Paulo Bernardo, do Planejamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.