REUTERS/Ueslei Marcelino
REUTERS/Ueslei Marcelino

Aliados de Bolsonaro lamentam saída de Moro do Ministério da Justiça

Apoiadores de primeira ordem, partidários e simpatizantes do presidente lamentaram a saída do ex-juiz-federal

Renato Vasconcelos, O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2020 | 13h02

A saída de Sérgio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública teve repercussão negativa também entre aliados do presidente da República, Jair Bolsonaro. Mesmo entre os defensores mais ferrenhos do presidente, a entrega do cargo pelo ex-juiz-federal foi recebida com lamentações.

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) usou suas redes sociais para lamentar o fim do ciclo de Moro como ministro da Justiça. Zambelli enalteceu o que classificou como "conduta exemplar de cidadão, juiz e Ministro" de Moro.

"Sinto muito pela saída de Sérgio Moro do Governo. Não só por ser meu padrinho de casamento, mas principalmente pela sua conduta exemplar de cidadão, juiz e Ministro. Sempre terá minha profunda admiração, bem como a gratidão de todos os brasileiros de bem. Obrigada, Moro!", disse.

Apesar de apoiar o presidente, o pastor Silas Malafaia foi incisivo ao criticar Bolsonaro pela saída de Moro. "INACREDITÁVEL ! Sou aliado do presidente , NÃO ALIENADO! O maior absurdo e falta de habilidade política nessa hora .Sei que é atribuição do presidente nomear diretor da PF ( art 84 caput, inciso xxv da constituição art 2º-c lei 9266)  SÓ Q ELE DEU A MORO CARTA BRANCA.INADMISSÍVEL", escreveu o pastor.

Apoiador de Bolsonaro durante toda a campanha, sendo um dos primeiros a comemorar a vitória eleitoral de Bolsonaro em 2018 logo após a eleição, o ex-senador Magno Malta deixou em aberto se vai manter seu posicionamento pró-governo ao lamentar a saída de Moto. "Sou BRASILISTA , tenho me pronunciado em defesa do governo e do presidente ..! Esse é o filme que eu não queria ver ..! Qualquer coisa menos a saída de SERGIO MORO !", declarou

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.