Aliado do ministro das Cidades é novo líder do PP na Câmara

Aguinaldo Ribeiro conseguiu manter sua hegemonia sobre a bancada dos deputados do partido

O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2012 | 22h14

BRASÍLIA - O grupo do novo ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PB), conseguiu manter sua hegemonia no PP e elegeu nesta segunda-feira, 6, o deputado Arthur Lira, de Alagoas, para a liderança do partido na Câmara. Com uma bancada de 38 deputados, o PP da Câmara está dividido: parte é aliada ao ex-ministro Mário Negromonte (BA), que foi "fritado" pelos seus próprios colegas de legenda. A maioria dos deputados é, no entanto, vinculada ao ex-líder e novo ministro Aguinaldo Ribeiro.

 

Apesar da divisão interna do partido, Artur Lira assumiu nesta segunda-feira o cargo com o discurso de que o "processo da renovação da liderança foi construído em cima da harmonia, do consenso partidário". Afirmou ainda que vai se empenhar e trabalhar todos os dias para manter o PP unido.

 

Na semana passada, depois de tomar conhecimento de sua substituição por Aguinaldo Ribeiro, o ex-ministro Negromonte afirmou que foi alvo de "fogo amigo". Magoado, Negromonte atribuiu sua queda ao próprio partido. Em sua visão, a saída do ministério das Cidades aconteceu por problemas políticos e não de gestão.

 

Sem o apoio do PP, a situação de Negromonte na pasta das Cidades ficou cada vez mais difícil depois de denúncia publicada pelo Estado, no ano passado. Na época, Negromonte apareceu em denuncia de envolvimento na mudança do parecer que permitiu trocar o BRT pelo VLT, em Cuiabá, tornando a obra R$ 700 milhões mais cara. Abandonado pela cúpula do PP, Negromonte acabou "fritado" pelos próprios colegas de partido. Os pepistas reivindicaram e conseguiram a manutenção da pasta nas mãos da legenda.

 

Isolado dentro do próprio PP, Negromonte perdeu o apoio da maioria da bancada da Câmara e do Senado. O grupo comandado por Aguinaldo Ribeiro, agora alçado à condição de ministro, cresceu, inviabilizando a permanência de Negromonte no Ministério. Agora, a supremacia da ala de Ribeiro na bancada do PP da Câmara permanece com a eleição de Artur Lira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.