Alencar viaja aos EUA para tratar de um tumor

O vice-presidente da República, José Alencar, viaja na próxima quarta-feira para Nova York, onde dará seguimento ao tratamento de um tumor na região do abdome, segundo informou nesta sexta-feira seu chefe de gabinete, Adriano Silva. Na sexta, dia 10, Alencar tem consulta marcada no Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, considerado um dos maiores centros oncológicos do mundo. O vice-presidente se submeteu a uma cirurgia no dia 18 de julho, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para a retirada de um tumor de quatro centímetros, constatado depois como maligno. Na última segunda-feira, exames para avaliação do pós-operatório, identificaram a recidiva em dois pequenos pontos no mesmo local em que foi extraído o antigo tumor. A assessoria de Alencar não confirmou se ele será submetido a uma nova cirurgia. "O médico vai verificar se será necessário", observou Silva, afirmando que trata-se de um procedimento "preventivo", interrompido em razão da eleição presidencial. "Ele não deu prosseguimento porque estava em campanha, todo entusiasmado, vigoroso, heróico. Agora está vencida a eleição e ele vai dar prosseguimento a esse tratamento preventivo". O hospital americano foi recomendado a Alencar pela junta médica do Sírio Libanês. O vice-presidente completou 75 anos no último dia 17, durante o segundo turno da eleição em que saiu vitorioso novamente como vice na chapa do presidente reeleito Luiz Inácio Lula da Silva. Conforme seu chefe de gabinete, Alencar passou o feriado de Finados em Brasília, onde permanece. "Ele está saudável, trabalhando no gabinete, comendo de tudo, bebendo de tudo, dormindo tranqüilamente", afirmou. "Segunda e terça-feira ele vai trabalhar normalmente".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.