Alencar sinaliza que ministro dos Transportes deixará o governo

O vice-presidente da República, José Alencar, afirmou hoje que "deduz" que o ministro dos Transportes, Anderson Adauto, vai deixar o cargo para assumir o mandato de deputado, antes de se lançar candidato a prefeito de Uberaba (MG). "Ele revelou para mim que tem muita vontade de cumprir uma parte do seu mandato na Câmara", disse o vice-presidente ao deixar um solenidade no Palácio do Planalto, que contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o vice-presidente, Adauto está pensando em sair "devido aos apelos dos colegas e companheiros dele, em Minas, especialmente de Uberaba". Alencar disse que estes colegas "pedem que ele (Adauto) cumpra pelo menos três meses de mandato de deputado, por causa dos projetos que ele tem e gostaria de defender (na Câmara)". Ele afirmou que sente que o ministro "gostaria de assumir a cadeira de deputado federal, pois seria sua primeira experiência lá."O vice-presidente disse ainda que o ministro deverá sair candidato à Prefeitura de Uberaba. "Ele terá de sair (do governo) até o dia 3 de abril. Mas isso é uma decisão que quem vai tomar é ele, eu só sinto essa vontade dele em lutar por seus projetos", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.