Alencar recebe alta após 16 dias internado

Após 16 dias de internação, o vice-presidente José Alencar, de 77 anos, recebeu alta ontem do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Bem disposto, ele caminhou pelo saguão e, à porta, fez um sinal de agradecimento a dois membros da equipe médica que o acompanharam até a saída, o diretor Raul Cutait e o oncologista Paulo Hoff.O tratamento continua. Alencar manterá a medicação em fase de testes prescrita pelo hospital M.D. Anderson, em Houston, nos Estados Unidos. Segundo os médicos, houve resultados positivos na luta contra o câncer, que começou em 1997.O vice afirmou que não apresenta nenhum sintoma da doença, mas terá de permanecer em observação, em São Paulo, pelos próximos três ou quatro dias. Segundo Cutait, alguns nódulos permanecem no abdômen do vice. "Vamos esperar a evolução", afirmou. Alencar passou, em 9 de julho, pela 14ª intervenção cirúrgica, de 6 horas. Foram retirados 10 tumores do intestino delgado.Alencar agradeceu pelo apoio recebido. "Vocês sabem o quanto eu sou agradecido a todos que oraram por mim. Recebi muitas manifestações que me encorajaram. Não posso deixar de dizer que meu agradecimento é imorredouro em relação à equipe que me atendeu.""Quero dizer que não posso sair daqui hoje vitorioso em relação à minha guerra. A minha guerra é contra o câncer. Esse acontecimento, que foi uma obstrução provocada pelo mal, não foi fácil sair dela", relatou. "Estou saindo vitorioso de uma batalha, mas a guerra continua."Segundo o vice, agora será iniciado o terceiro ciclo do tratamento. A nova droga, segundo os testes, é capaz de destruir o núcleo de células cancerosas e bloqueia o surgimento de tumores. "Os resultados no meu caso são muito animadores. É por isso que estou muito confiante." Na saída, indagado sobre a primeira coisa que gostaria de comer, o vice brincou: "Um torresminho."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.