Alencar passa bem após tratamento de câncer em SP

O vice-presidente José Alencar, de 76 anos, foi submetido hoje a um procedimento de radiofreqüência como parte do tratamento de um tumor abdominal. Alencar foi internado na manhã de hoje, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele passará a noite no hospital e tem alta prevista para amanhã pela manhã, quando um novo boletim médico será divulgado. Segundo a assessoria do Sírio-Libanês, o procedimento foi realizado "sem intercorrências". Em dois anos, esta é a sétima internação de Alencar na capital paulista para tratamento de câncer. O vice-presidente está sob os cuidados da equipe coordenada pelos médicos Paulo Hoff e Roberto Kalil.Alencar luta contra a doença desde 1997, quando retirou tumores do rim e do estômago. Desde então, sofreu seis cirurgias. Em julho de 2006, foi submetido à retirada de um tumor no abdome e, apenas quatro meses depois, o vice-presidente suportou uma nova intervenção cirúrgica, desta vez nos Estados Unidos, para tratar da mesma enfermidade. No entanto, após cerca de um ano, o tumor reapareceu, e Alencar precisou passar por nova operação. Desde então, passa por seguidas internações para tratamento quimioterápico. O último susto foi em janeiro, quando uma forte infecção decorrente dos remédios fez com que ele retornasse ao hospital. O vice passou uma semana internado com febre alta, à base de antibióticos, mas, mesmo assim, assumiu a Presidência em razão da viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Guatemala e Cuba. Alencar recebeu a visita de ministros e despachou do hospital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.