Alencar já se reuniu com comandantes militares

O ministro indicado para o Ministério da Defesa, vice-presidente José Alencar, iniciou nesta quinta-feira mesmo os contatos com as Forças Armadas e reuniu por mais de duas horas em seu gabinete no Palácio do Planalto o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Luiz Carlos Bueno, e o do Exército, general Francisco Albuquerque. O encontro ocorreu no fim da tarde, depois que Alencar já havia conversado com o ministro demissionário José Viegas, em sua residência, no Palácio do Jaburu. O comandante da Marinha, almirante Roberto Carvalho, estava na Bahia e não participou do encontro.Ao sair da reunião, Bueno afirmou que nada conversou com o novo ministro, apesar da longa duração do encontro. "Foi só uma conversa amigável e não tratamos de nenhum assunto de serviço", garantiu. O brigadeiro considerou a indicação "muitíssimo boa". "Acho boa; foi o presidente que deu a solução, maravilhosa", concluiu. Bueno não quis comentar a nota divulgada por Viegas. "Eu não vi a nota ainda", disse, despedindo-se. O general Albuquerque despistou a imprensa e não falou com os repórteres após o encontro.Alencar passou o dia evitando dar qualquer declaração sobre os assuntos relativos à sua Pasta. E não quis dar informações sobre as negociações para sua nomeação, que surpreendeu até mesmo seus assessores diretos na Vice-Presidência da República. "Só falo sobre esses assunto depois da posse marcada para segunda-feira", disse ele, ao sair para almoçar no Jaburu, onde se encontraria com Viegas. Sobre o encontro com Viegas, Alencar disse apenas que "foi uma conversa muito boa, muito amigável"Alencar deverá conciliar suas atividades na Vice-Presidência com a de ministro permanecendo a maior parte do seu dia no Ministério da Defesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.