'Alencar foi mais do que um vice', diz ministro

Dias antes de morrer, o ex-vice-presidente José Alencar contou, em tom de brincadeira, no Hospital Sírio-Libanês, onde ficou internado, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva o convidou para ser vice novamente em 2018. "O Lula me convidou para ser vice, então, os médicos vão ter de me segurar por mais oito anos", disse Alencar, segundo relato emocionado do ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral.

LEONENCIO NOSSA, Agência Estado

31 de março de 2011 | 00h07

Em entrevista na noite de ontem no Planalto, Carvalho disse que Lula e Alencar passavam horas em conversas e sempre pedia para os auxiliares buscarem um "goró", uma bebida. O ministro avaliou que a reação emocionada de Lula no velório de Alencar mostrou a força da parceira deles durante os oito anos de governo. "Alencar foi mais do que um vice, foi um companheiro testado nas horas mais duras, foi a pessoa que mais estava perto do Lula nessas horas", disse Carvalho.

Mais conteúdo sobre:
José AlencarGilberto Carvalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.