Alencar 'exige' ter alta até quinta-feira, diz Tuma

Alencar 'exige' ter alta até quinta-feira, diz Tuma

Segundo o último boletim médico, ele se recupera bem da cirurgia para retirada de tumores realizada na quinta

Rodrigo Petry, Agência Estado

12 de julho de 2009 | 11h50

O vice-presidente José Alencar recebeu na manhã deste domingo, 12, no Hospital Sírio-Libanês a visita do senador Romeu Tuma (PTB-SP) e do padre Marcelo Rossi. O senador demonstrou bastante otimismo. Tuma disse que Alencar "exige" ter alta até quarta ou quinta-feira para poder retomar suas funções em Brasília.

 

Veja também:

Alencar manda 'palavra de força' para senadores

 

No sábado, 11, Alencar foi transferido da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Cardiológica para um quarto. Segundo o último boletim médico, ele se recupera bem da cirurgia para desobstrução intestinal e retirada de tumores realizada quinta-feira, 9. Tuma afirmou que Alencar já caminha pelo quarto e isso seria um indicativo de que sua recuperação vai bem. Ele disse que não conversou com Alencar sobre política. Após cerca de 40 minutos de visita, Tuma deixou o quarto quando padre Marcelo Rossi chegou. "Preferi deixá-lo com Deus", brincou.

 

Raul Cutait, um dos médicos da equipe que cuida do vice-presidente, afirmou pela manhã que Alencar recupera-se dentro do esperado diante de uma cirurgia grande e extensa - de seis horas -, apresentando um pós-operatório mais lento que o normal. Ele evitou dar prazo para alta do paciente. De modo geral, Alencar tem bom ânimo e muita vontade de se recuperar, segundo o médico

 

Os tumores que foram retirados estão sendo analisados para ajudar a atender o que está acontecendo com o paciente, afirmou Cutait, sem dar prazo para a apresentação dos resultados. A cirurgia de quinta-feira foi a 14.ª na luta de 12 anos de Alencar contra o câncer.

 

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) visitou Alencar no sábado e os dois conversaram sobre a série de denúncias contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). A esperada visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao vice não deve acontecer neste fim de semana. Pela agenda oficial, Lula passa o domingo em Brasília sem compromissos oficiais.

Tudo o que sabemos sobre:
José Alencar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.