'Alencar era mais forte que eu', diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou hoje, em conversa com um grupo reservado de pessoas no velório do ex-vice-presidente José Alencar, sobre sua admiração ao amigo. "Ele foi mais que um vice. Ele era mais forte que eu", disse. Lula e a presidente Dilma Rousseff passaram os últimos minutos da cerimônia realizada em Belo Horizonte junto com a família de Alencar em uma sala reservada no Palácio da Liberdade, no centro de Belo Horizonte. Às 12h50, o comboio da presidente Dilma deixou a antiga sede do governo mineiro em direção à Base Aérea da Pampulha.

LUCIANA NUNES LEAL, DAIENE CARDOSO E MARCELO PORTELA, Agência Estado

31 de março de 2011 | 13h27

O cerimonial do governo de Minas Gerais abriu, às 11h06, a visitação pública para o velório de Alencar no Palácio da Liberdade. O corpo do ex-vice-presidente chegou às 10h30 ao local. Na chegada do cortejo fúnebre, o corpo foi recebido com honras militares e aplaudido pelo público presente na Praça da Liberdade e por amigos e parentes que o aguardavam no local.

No início da tarde, o arcebispo metropolitano da capital mineira, dom Walmor Oliveira de Azevedo, realizou uma missa de corpo presente no Palácio da Liberdade. Além de parentes e amigos, assistiram à cerimônia a presidente Dilma e o ex-presidente Lula, posicionados um de cada lado do caixão.

Despedida

O corpo de José Alencar deve deixar o local onde está sendo velado por volta das 14h, informou a assessoria de imprensa do governo de Minas Gerais. A mudança se deve ao atraso na chegada do corpo a Belo Horizonte e ao grande número de pessoas que aguardam para se despedir do político. Por volta das 13h15, a fila para entrar no velório cruzava toda a extensão da Praça da Liberdade.

A limusine funerária que fará o transporte do corpo até Contagem (MG), onde o ex-vice-presidente deve ser cremado, já está posicionada em frente à antiga sede do governo estadual. Segundo o Exército, cerca de 3 mil pessoas já passaram pelo velório.

O governo mineiro confirma que o ex-vice será cremado no Parque Renascer Cemitério e Crematório, em Contagem (MG). No entanto, como os familiares haviam solicitado a preparação do mausoléu, no Cemitério do Bonfim, na capital mineira, funcionários do cemitério já estão posicionados para conduzir o corpo caso a família decida de última hora enterrá-lo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.