Alencar é operado e Chinaglia assume a Presidência por um dia

Lula viaja esta noite para Zurique para solenidade em que a Fifa formaliza o Brasil como sede para Copa de 2014

29 Outubro 2007 | 08h55

O vice-presidente da República, José Alencar, será submetido nesta segunda-feira, 29, a uma cirurgia para a retirada de um tumor na região abdominal. O procedimento cirúrgico acontecerá no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.   Com sua internação e com o embarque nesta noite do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para Zurique, na Suíça, quem assume a Presidência da República é o presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP).   Lula viaja à Suíça para participar da solenidade em que a Fifa formalizará o Brasil como sede da Copa do Mundo de 2014. A volta do presidente ao País está prevista para terça. Nas outras viagens de Lula ao exterior, quem assumiu o cargo foi Alencar.   Segundo a Constituição, na ausência ou impossibilidade do presidente da República e do vice, assume o presidente da Câmara. A hierarquia segue com o presidente do Senado e depois com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).   Agenda de Lula   Antes da viagem à Suíça, Lula vai a Salvador, onde inaugura a segunda unidade do Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia (Cimatec), anuncia a medida provisória (MP) que inclui a Ferrovia Oeste-Leste no Plano Nacional de Viação e assina um termo de cooperação para a construção do novo Aeroporto de Ilhéus.   De acordo com informações divulgadas pela Presidência da República, o Ministério da Ciência e Tecnologia investiu R$ 16,2 milhões no Cimatec, vinculado ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). A MP da Oeste-Leste implantará um eixo logístico ferroviário especializado na movimentação de produtos agroindustriais para exportações por via portuária. No total, segundo o governo, serão investidos cerca de R$ 2,5 bilhões na construção da ferrovia, com aproximadamente 1.200 quilômetros.   Para a construção do novo Aeroporto de Ilhéus, o valor estimado dos investimentos é de R$ 150 milhões. A obra deve começar em 2009, e a estimativa é de que o aeroporto entre em operação em 2011.     (Com Neri Vitor Eich)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.