Alencar é mais equilibrado do que Palocci e Meirelles, diz Costa Neto

O presidente e líder do PL na Câmara, Valdemar Costa Neto, afirmou que "não há a mínima possibilidade" de haver uma ruptura do partido com o governo e que o vice-presidente, José Alencar, está dando uma grande contribuição ao País ao expor suas idéias sobre juros. "Se alguém ficar constrangido é bom, porque esse cidadão que ficar constrangido passa a se mexer um pouco mais e passa a olhar os interesses do povo brasileiro e não os interesses de meia dúzia de banqueiros", afirmou o líder. Costa Neto, afirmou que a equipe econômica deveria prestar contas ao vice-presidente, José Alencar, que, segundo Costa Neto, é quem entende de economia. Costa Neto sugeriu que o governo se reúna para definir a quem os ministros devem prestar contas. O líder saiu em defesa do vice-presidente, seu companheiro de partido, que tem sido criticado por expôr suas idéias sobre a política econômica do governo. Costa Neto disse que o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, deviam explicar para o vice-presidente por que a taxa de juros está tão alta e convencê-lo sobre isso. "José Alencar é um cara ponderado. É um cara equilibrado. Muito mais equilibrado do que eles (Antonio Palocci e Henrique Meirelles), porque do nada construiu um império, que emprega hoje 18 mil funcionários", argumentou Costa Neto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.