Alencar deve retomar amanhã quimioterapia, diz hospital

O ex-vice-presidente José Alencar deve retomar amanhã a quimioterapia contra o câncer de abdome, doença contra a qual luta há mais de 13 anos. O último boletim médico sobre o estado de saúde dele, divulgado às 17h04, diz que Alencar segue internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, que seu quadro é estável e que está previsto amanhã o reinicio das sessões de quimioterapia.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

03 de janeiro de 2011 | 17h41

Na manhã de hoje, o ex-vice-presidente foi submetido a exames de ressonância magnética e tomografia computadorizada para identificar a evolução da doença. A quimioterapia havia sido interrompida pela equipe médica devido a um quadro de hemorragias não contínuas, que se intensificaram no final de dezembro.

Pela manhã, Alencar recebeu a visita do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), que relatou que o ex-vice-presidente está bem e conversando normalmente. O prefeito informou que Alencar será homenageado na festa de 457 anos de São Paulo, no próximo dia 25.

De acordo com Kassab, Alencar receberá a Medalha 25 de Janeiro, que foi entregue em 2010 ao agora ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A medalha é concedida a personalidades em homenagem e reconhecimento ao mérito pessoal e a bons serviços prestados à cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.