Alencar deve permanecer hospitalizado até terça-feira

Vice-presidente, que luta contra um câncer no abdômen, apresentou baixa imunidade e recebeu transfusão

Rosana de Cassia, da Agência Estado,

18 de setembro de 2009 | 08h52

Internado na noite desta quinta-feira, 17, o vice-presidente da República, José Alencar, deverá permanecer no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, até a próxima terça-feira, quando será submetido a mais uma sessão de quimioterapia.

 

Segundo assessores do vice, Alencar sentiu-se mal na noite de quinta-feira e foi submetido a uma bateria de exames. Os resultados apontaram uma pancitopenia, ou a diminuição de glóbulos brancos, vermelhos e plaqueta. Este é um dos efeitos secundários normalmente associado à quimioterapia.

 

Boletim divulgado na manhã desta sexta-feira, 18, informa que o vice-presidente está sendo tratado com transfusões de sangue, antibióticos e fatores de crescimento. O objetivo é diminuir os risco de infecção e hemorragia.

 

Ainda na manhã de quinta-feira, Alencar recebeu por uma hora a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Jaburu. Lula embarcou para Curitiba, e segue para Porto Alegre nesta sexta-feira, 18. Na próxima semana, o presidente viajará para os Estados Unidos.

 

Alencar luta contra um câncer no abdômen há cerca de 12 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.