Alencar defende viagens de Lula

O presidente em exercício, José Alencar, defendeu hoje as viagens do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao exterior, que têm sido alvo de críticas. "Esse trabalho que o presidente Lula tem feito em viagens ao exterior, tem sido grandemente proveitoso para o País, não só no que diz respeito ao plano econômico, mas também no plano político e cultural", afirmou Alencar, em discurso na abertura do Fórum Intergovernamental de Promoção da Igualdade Racial. Para o presidente em exercício, com as viagens de Lula, o Brasil passa a ser mais conhecido e mais respeitado no mundo. Ele destacou o prestígio alcançado por Lula no mundo e citou que quando foi à África do Sul, para a posse do presidente Thabo Mbeki, todos os chefes de Estado presentes quiseram saber sobre o presidente brasileiro. Com relação ao tema do fórum, José Alencar defendeu em seu discurso a necessidade de os Estados e municípios se engajarem na implementação de uma das primeiras leis sancionadas pelo presidente Lula, que inclui a história e a cultura afro-brasileira no currículo oficial da rede escolar de ensino fundamental. "Precisamos da adesão de governos e prefeituras", afirmou o presidente, na presença de representantes de apenas dois dos 27 Estados brasileiros. O fórum tem por objetivo promover a ação continuada entre as três esferas de governo com a finalidade de articulação, planejamento, execução e monitoramento das ações para a implementação da política de promoção de igualdade racial". Ao sair do fórum, José Alencar evitou, mais uma vez, dar qualquer declaração política ou econômica. "Por motivos óbvios", brincou ele, na condição de presidente em exercício.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.