Dida Sampaio/AE - 01.07.2012
Dida Sampaio/AE - 01.07.2012

Além do STF, rasante de Caças atinge vidros de prédio do Planalto

Vidraças de prédio recém-reformado ficaram trincadas; Presidência está levantando prejuízos

Lu Aiko Otta, de O Estado de S.Paulo

02 de julho de 2012 | 12h58

O sobrevoo rasante de dois caças Mirage 2000 sobre a Praça dos Três Poderes na manhã desse domingo, 1º, como parte da cerimônia da troca da bandeira nacional, não provocou estragos apenas no prédio do Supremo Tribunal Federal (STF), que teve a fachada de vidro totalmente destruída. A onda de choque provocada pela manobra também trincou vidros no Palácio do Planalto, recém-reformado.

 

Funcionários relatam que encontraram uma camada fina de pó branco sobre suas mesas, provavelmente provocado pelo abalo dos tetos de gesso. A Secretaria Geral da Presidência está realizando um levantamento sobre os prejuízos. As equipes técnicas estimam em duas semanas o período necessário para concluir os reparos.

 

O incidente não gerou consequências mais sérias porque coincidentemente neste domingo não estava em funcionamento o serviço de visitas guiadas ao prédio. "O Comando da Aeronáutica já iniciou a apuração das circunstâncias do fato e irá ressarcir os prejuízos decorrentes", informou a Aeronáutica em nota, divulgada nesse domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
caçasrasante fab

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.