Aldo vai consultar líderes sobre convocação de Bastos

O presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP) vai consultar os líderes partidários, antes de decidir se colocará ou não em votação o pedido de convocação do ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, para prestar depoimento no plenário. Aldo afirmou que pretende reunir os líderes nesta semana e que é necessário analisar, porque há vários requerimentos de convocação de ministros entregues à mesa. O presidente da Câmara tem a prerrogativa de incluir as matérias na pauta. Mesmo assim Aldo disse que pretende sempre partilhar as decisões com o colégio de líderes, porque, além de ser mais democrático, politicamente é mais ajustado. "Os assessores do ministro (da Justiça) prestaram depoimento à Polícia Federal sobre esse episódio. É necessário averiguar primeiro se os esclarecimentos são suficientes", comentou Aldo, ao chegar à Ordem dos Advogados do Brasil onde participa de almoço seguido de reunião com os conselheiros da OAB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.