Aldo pede para corregedor analisar dança de deputada

A "dança da pizza", como ficou conhecida a seqüência de passos animados da deputada Ângela Guadagnin (PT-SP) no plenário da Câmara, chegaram ao corregedor da Casa, Ciro Nogueira (PP-PI). O presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), pediu formalmente ao corregedor que examine o comportamento da deputada, que comemorou a absolvição do deputado João Magno (PT-MG) do processo de cassação na madrugada da última quinta-feira dançando, inicialmente no meio das cadeiras e, em seguida, no corredor do plenário. No pedido, Aldo não fala em falta de decoro, nem sugere punição, apenas pede ao corregedor que examine o fato. Com o pedido foram anexadas fotos da deputada dançando e reportagens publicadas na imprensa com a repercussão negativa do episódio. A corregedoria é a instância da Casa que examina o comportamento dos deputados. Funciona, em alguns casos, como uma instância anterior ao Conselho de Ética.

Agencia Estado,

27 de março de 2006 | 15h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.