Aldo envia à Corregedoria processo sobre Operação da PF

O presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), vai encaminhar hoje mesmo ao corregedor da Casa o processo envolvendo os acusados pela Operação Sanguessuga da Polícia Federal. Caberá ao corredor Ciro Nogueira (PP-PI) fazer uma análise e separar os parlamentares com indícios de envolvimento nas irregularidades dos demais, que foram apenas citados. Rebelo também enviou ao diretor-geral da Câmara, Sérgio Sampaio, determinação para investigar os servidores públicos envolvidos. Parlamentares e funcionários da Casa estão envolvidos com uma quadrilha especializada na compra fraudulenta de ambulâncias. A organização criminosa começou a ser desbaratada pela PF na última quinta-feira (4). Quarenta e seis pessoas, sendo dois ex-deputados federais (Ronivon Santiago e Carlos Rodrigues), foram presas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.