Aldo diz que FHC critica PT e Lula por ter pretensão eleitoral

O presidente a Câmara, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), disse que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, desde o primeiro dia do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, vem-se posicionando como principal líder da oposição. A afirmação foi feita a propósito de declarações de FHC à revistas IstoÉ, em que acusa o PT e o governo de corruptos.Aldo disse que caberá ao povo julgar o tema que importa ao País. Ele observou que FHC tem pretensões eleitorais e o comparou ao jogador Romário. "Não creio que alguém sobe ao pódio para liderar a oposição sem pretensões eleitorais. Sempre achei que o presidente Fernando Henrique, estando na área como Romário, se aparecer a chance, pode marcar (gol). Acho que o presidente Fernando Henrique pode ser candidato à presidência pelo PSDB e, para almejar este papel, é preciso marcar Lula em cima. É o que ele está fazendo".O presidente da Câmara classificou FHC de "líder respeitável", mas ressaltou que, nem por isso, o que ele diz tem de estar certo. "FHC é um líder respeitável, mas nem todas as vezes que um líder político respeitável fala isto significa que ele esteja certo e que suas palavras correspondam a sabedoria, a temperança, a maturidade e a habilidade que um líder político da envergadura de Fernando Henrique deve ter", afirmou.Aldo disse, ainda, que "palanque fácil pode oferecer manchete. Mas não tenho segurança de que ofereça votos", completou. Segundo ele, o eleitor vai pôr um freio no exagero dos candidatos, na retórica e na beligerância. Na avaliação do presidente da Câmara, o eleitor deseja maturidade e discutir temas importantes para o País com profundidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.