Aldo demonstra confiança com o esforço concentrado desta semana

O presidente da Câmara, Aldo Rebelo, está confiante de que haverá votações durante o período de convocação extraordinária, que começa nesta segunda-feira e vai até quarta-feira. Aldo disse que a maioria dos líderes com quem tem falado concorda em votar e o governo também se mostrou receptivo em colaborar, retirando o regime de urgência de projetos que trancam a pauta do plenário. Ele ressaltou que o acordo vem sendo trabalhado já há algum tempo e que, portanto, acredita na possibilidade de votações.Às 16 horas desta segunda-feira, o presidente da Câmara vai reunir os líderes governistas e de oposição para acertar as votações. A proposta é votar simbolicamente (quando não há registro no painel eletrônico) as 20 medidas provisórias que trancam a pauta, em seguida os dois pontos que faltam para concluir o projeto da Timemania, depois a Lei Geral de Micros e Pequenas Empresas e, por último, a proposta de emenda constitucional que acaba com o voto secreto nas deliberações do Congresso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.