Aldo deixará de presidir sessão de eleição na Câmara

O presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), abriu mão de presidir a sessão em que os deputados irão eleger o próximo presidente da Casa, marcada para as 15 horas do dia 1º de fevereiro. Embora não haja nenhum impedimento regimental para que ele comande a sessão, Aldo disse que seguirá princípios que, para ele, devem orientar uma eleição de caráter democrático. A eleição será presidida pelo deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). O deputado peemedebista tem 58 anos e tomará posse em seu 10º mandato como deputado federal no dia 1º de fevereiro. A sessão de posse dos novos deputados está marcada para as 10 horas da manhã e será presidida por Aldo. O regimento da Câmara estabelece que a sessão preparatória para eleição da Mesa Diretora seja presidida pelo presidente anterior, caso ele tenha sido eleito para o novo mandato parlamentar. Na ausência dele, a sessão será comandada pelo deputado mais velho entre os que tiverem o maior número de mandato. Não há nenhum deputado com tantos mandatos quanto Henrique Eduardo Alves na Câmara. Os deputados Miro Teixeira (PDT-RJ) e Inocêncio Oliveira (PL-PE) estarão com nove mandatos a partir de fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.