Aldo confirma que será posto em votação o ´projeto-pizza´

O presidente da Câmara, deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP), confirmou que a Mesa Diretora da Casa decidiu encaminhar para votação em plenário um projeto de resolução que, na prática, impede a reabertura de processos contra deputados acusados de envolvimento em irregularidades e não julgados. O "projeto-pizza" - como está sendo chamado - beneficia os cinco deputados acusados pela CPI Mista dos Sanguessugas de envolvimento na máfia das ambulâncias e reeleitos, assim como os deputados Paulo Rocha (PT-PA) e Waldemar Costa Neto (PL-SP), que renunciaram aos mandatos para fugir a processos de cassação por envolvimento no esquema de mensalão. Os cinco acusados reeleitos são João Magalhães (PMDB-MG), Marcondes Gadelha (PSB-PB), Pedro Henry (PP-MT), Welington Fagundes (PL-MT) e Welington Roberto (PL-PB). A proposta que irá ao plenário derruba a norma atual pela qual os processos podem ser reabertos no início do novo mandato, bastando para isso uma decisão do presidente da Câmara ou a reapresentação da denúncia por algum partido. Pelo projeto, a reabertura só será possível se houver fatos novos em relação a esses parlamentares.

Agencia Estado,

12 Dezembro 2006 | 16h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.